Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Um Novo Amanhecer Cíntia e Alberto Mora Alves

Imagem
Capítulo 1
Cíntia acordou atrasada, tomou um banho rápido e,
como de costume, tomou seu café e saiu apressadamente.
Cíntia era mulher com seus 28 anos, aparentava bem
menos, pelo menos era o que todos diziam, de estatura baixa,
cabelos pretos, olhos castanhos claros e uma alegria sem
tamanho. Não se entregava ao desânimo, viver para ela era
uma luta constante; acreditava que as pessoas cresciam à
medida que enfrentavam os obstáculos. Chamava muito a
atenção pelos seus cabelos longos, um olhar muito distante,
parecia que estava sempre sonhando com alguém, não era
nada fácil, mas, apesar dos pesares, era a vida que queria ter.
Aquele dia prometia, havia trânsito para todos os
lados, ela já não sabia mais a que horas conseguiria chegar
ao trabalho.
Era um dia ensolarado, em uma cidade que já estava
se tornando pequena, pelo número de habitantes novos
que apareciam a cada ano.
“Como é bonito ver a Avenida Teotônio Vilela de
manhã, toda arborizada. Apesar do trânsito, é um convite
à natureza”. – pensou Cíntia…