Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Como ser um Doador de Medula Óssea Como ser um doador voluntário de medula óssea: Milhares de pacientes com leucemia e outras doenças graves do sangue têm como única esperança de cura um transplante de medula óssea (TMO). É importante enfatizar que a Medula Óssea é diferente da Medula Espinhal e que o material coletado do doador não é retirado da Medula da Coluna Vertebral. Portanto, não confunda medula óssea com medula espinhal e saiba que ninguém "vai tirar um pedaço de sua espinha" se você for um doador. Como o sangue, a medula óssea não é um orgão sólido e sim um tecido líquido (a fábrica do sangue) que fica dentro dos ossos (principalmente dos ossos do quadril) e é renovada constantemente pelo nosso organismo. Em caso de doação, a medula óssea é retirada (aspirada) em pequena quantidade (3% a 5%) dos ossos do quadril, através de punções (agulhas especiais) sob anestesia e sem cortes. Essa pequena doação não vai lhe fazer falta, pois, a medula óssea doada será recomposta em apenas 15 dias. Você também não precisa morrer para ser um doador de medula óssea, pois, esse tipo de doação somente é feito em vida. O seu tipo sanguineo não precisa ser o mesmo do paciente. O doador não é prejudicado e volta a sua rotina diária um ou dois diasapós à doação. Será um incômodo passageiro para você, porém, sua doação salvará uma vida. A maiorprobabilidade para um paciente é encontrar um doador entre seus irmãos e irmãs. Entretanto, somente 30% dos pacientes conseguem um doador compatível entre membros de sua família. A probabilidade de encontrar-se um doador compatível fora do núcleo familiar pode ser de UMA EM UM MILHÃO, Fatores étnicos têm um papel fundamental, pois, um paciente necessitado de um transplantetem maiores chances de encontrar um doador compatível entre pessoas de sua mesma raça ou grupo étnico. Quanto mais doadores voluntários brasileiros ( e latino-americanos em geral) estiverem inscritos nos cadastros de medula óssea, maiores serão as chances de pacientes brasileiros que precisam de um transplante de medula óssea (TMO) encontrarem doadores compatíveis. Lembre-se de que ninguém está imune ao câncer. Seja solidário . Seja um doador em vida de medula óssea, pois, alguém de sua família pode precisar de um doador no futuro e até mesmo você. Você precisa ter boa saúde e idade entre 18 a 55 anos. Quando você inscreve-se em um cadastro de doadores voluntários de medula óssea , você não vai doar a medula óssea de imediato (não há armazenamento de medula nos cadastros). Você fará um simples exame de sangue e seus dados genéticos serão colocados em um computador. Somente se você for compatível com algum paciente (é necessário milhares ou até milhões de doadores cadastrados para o paciente ter uma chance), você será chamado para fazer novos exames de sangue e, se for o caso, após a sua saúde ser avaliada, doará umpouco de sua medula óssea. Em um transplante, a nova medula sã do doador substitui a medula doente do paciente. Através de quimioterapia e radiação a medula do paciente é destruida e a nova medula doada toma o seu lugar. O transplante para o paciente é feito como uma transfusão de sangue. A nova medula irá proporcionar ao paciente células troncos que irão crescer, dividir e maturar, transformando-se em todos os tipos de células sanguineas necessárias. Entretanto, somente uma minoria acaba realizando a doação, pois, a compatibilidade é muito difícil de ocorrer. Assim, muitos pacientes morrem antes de encontrar um doador compatível. http://www.sliba.org.br/sliba004.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário